Levitação acústica pode trazer aplicações em diversas áreas

Pesquisador da USP realiza teste com técnica capaz de suspender objetos dez vezes maiores do que os de outros estudos

Estudos realizados na Universidade de São Paulo revelam que ondas sonoras de alta frequência (impossíveis de serem captadas pelo ouvido humano) podem exercer força que contrabalança a gravidade e suspende objetos sem nenhum contato físico. Isso é chamado de levitação acústica. Testes recentes na USP foram capazes de suspender objetos de até 5 cm de diâmetro, dez vezes maior do que os de outros estudos.

O professor Marco Aurélio Brizzotti Andrade, do Instituto de Física da USP, explica que esse avanço é importante para comprovar que objetos cada vez maiores podem ser suspensos e que o comprimento da onda não é mais um limitante. Segundo ele, o plano para o futuro é elevar a força dessas ondas, para que sejam capazes de levitar objetos que, além de grandes, sejam pesados.

As possibilidades de aplicação dessas conquistas são infinitas e podem beneficiar diversas áreas. Já existem experimentos na área da saúde que utilizam a técnica de levitação de células em meios líquidos para separar as tumorais das sadias, o que auxiliaria no tratamento do câncer. Nas indústrias, por exemplo, com o avanço dessa tecnologia, é possível imaginar uma linha de produção em que os objetos sejam transportados por levitação em vez de manuseados por robôs.

Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.