Lei do tabaco pegou, mas a do álcool ainda não

O Dr. Bartô refere-se, em sua coluna, à lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas para menores, a qual continua a ser descumprida no País

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O Dr. Bartô empenha-se esta semana em explicar por que a lei do uso de cigarro em ambiente fechado pegou e é cumprida, o mesmo não acontecendo com a que proíbe a venda de bebidas alcoólicas para menores. De acordo com ele, houve vontade política de aplicar a lei sobre o tabaco. Todo mundo foi a favor, sociedade civil e órgãos do governo incluídos, o que não ocorreu com a da proibição da venda de álcool para menores. Hoje, qualquer jovem compra bebida em qualquer lugar do Brasil.

“Não há vontade política na prevenção de drogas lícitas, e prevenir as drogas lícitas é prevenir as drogas ilícitas”, afirma o colunista João Paulo Lotufo, o Dr. Bartô. “Hoje, você não discute a questão do álcool em nenhuma rádio que não seja estatal, que não seja livre, porque a massa de propaganda da rádio é da bebida alcoólica, é da cerveja.” Porém, o Dr. Bartô faz a sua parte no trabalho de prevenção do consumo do álcool e do tabaco entre jovens e adolescentes, na forma de um caderno de propostas de aula para professores do ensino fundamental. Esse caderno está disponível no site www.drbarto.com.br

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados