Kelt-9b: o planeta mais quente já encontrado

Em uma semana fria em boa parte do país, a coluna “Entender Estrelas” aborda um planeta onde o calor é infernal

Na semana passada tivemos a notícia de que foi descoberto o planeta mais quente do universo até agora. Trata-se do gigante gasoso Kelt-9b.

O professor João Steiner fala um pouco de como foi feita a descoberta deste exoplaneta (fora do sistema solar) e o porquê da extraordinária temperatura estimada de 4.600 kelvin, que deve fazer com que ele tenha uma vida relativamente curta. Ouça no áudio acima.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.