Júpiter e Saturno: de onde vem o calor interno dos planetas gigantes

Astrofísico João Steiner esclarece por que alguns planetas tem mais calor interno do que outros

  • 10
  •  
  •  
  •  
  •  

Saturno, um dos gigantes gasosos do sistema solar – Foto: Nasa / JPL / Space Science Institute

Uma estrela ou planeta se forma a partir de uma nuvem de gás que se contrai, quando a energia gravitacional é transformada em calor. Esse fenômeno explica o calor de alguns corpos celestes, inclusive boa parte do calor do Sol, ao contrário do que se pensava anteriormente.

Na coluna Entender Estrelas desta semana, o professor João Steiner explica a relação deste processo com os gigantes gasosos Júpiter e Saturno, os planetas com maior calor interno do sistema solar – e que tem a ver com os gases que os formam.

Ouça a coluna na íntegra no player acima.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 10
  •  
  •  
  •  
  •