Jornalismo brasileiro participa de protocolo de qualidade das notícias

Grupo de veículos jornalísticos adota indicadores de qualidade, indicadores éticos, para aumentar sua credibilidade junto ao público

Na sociedade contemporânea atual, é difícil distinguir o jornalismo de alta qualidade de conteúdos promocionais ou até mesmo de notícias falsas. Foi pensando nisso que veículos jornalísticos brasileiros se uniram à empresa americana The Trust Project para combater as notícias falsas, os chamados filtros bolha e os filtros pop-up, visando a investigar como o jornalismo pode se destacar nesse cenário caótico.

Na edição desta semana, o professor Carlos Eduardo Lins da Silva comenta sobre o Projeto Credibilidade, lançado no dia 8 de maio, um protocolo de qualidade na atividade jornalística, que visa a facilitar a tarefa de encontrar notícias de qualidade tanto pelo público quanto pelas plataformas de distribuição de notícias. “Isso é extremamente importante para o jornalismo sair da sua atual crise”, analisa Lins da Silva.

Ouça no player acima a íntegra da coluna Horizontes do Jornalismo.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.