Jornais devem prezar pela diversidade de seu público

Colunista comenta sobre a necessidade de representar e cativar leitores das novas gerações em veículos jornalísticos

Na coluna de hoje, Carlos Eduardo Lins da Silva comenta sobre o caso do jornal Correio Braziliense, que publicou uma matéria intitulada Eles são o futuro do Brasil, usando uma foto com apenas jovens brancos. Após várias críticas, o veículo lançou um editorial alguns dias depois do ocorrido, reconhecendo o erro. “Esse reconhecimento é algo raro feito por veículos jornalísticos, e portanto é algo elogiável. O Correio Braziliense foi correto ao admitir, mas ao mesmo tempo é lamentável que esse erro tenha sido cometido. É mais uma prova de que a imprensa e a sociedade brasileira estão distantes de incorporar a diversidade”, diz.

Esse cenário está relacionado à necessidade de os jornais alcançarem novos públicos, como crianças e adolescentes, e prezarem pela diversidade em suas escolhas editoriais. Os suplementos infantis são exemplos disso, e é “um suicídio parar de publicar esse tipo de material voltado para as crianças. Como se sabe, um dos riscos à sobrevivência dos jornais é o fato de que seus leitores envelhecem e morrem e não são substituídos, é preciso atrair e cativar leitores mais jovens. Ao incluir as crianças é preciso falar de diversidade também”, segundo o professor.

Saiba mais ouvindo a coluna Horizontes do Jornalismo na íntegra.


Horizontes do Jornalismo
A coluna Horizontes do Jornalismo, com o professor Carlos Eduardo Lins da Silva, vai ao ar toda segunda-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção  do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.