Janela partidária fortalece alguns partidos e enfraquece outros

Especialista analisa como ficou o cenário político depois das trocas de partido

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No último dia 7, acabou o período conhecido como janela partidária, que permite aos deputados federais trocarem de partido sem perderem o mandato. Daniel Falcão, professor da Faculdade de Direito de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (FDRP-USP), explica que o MDB foi o partido que saiu mais enfraquecido. Apesar da baixa reprovação de Michel Temer, o especialista acredita que essa queda deve-se muito mais ao crescimento de outras legendas. Uma delas é o DEM, o que pode dar mais confiança para a possível candidatura de Rodrigo Maia para presidente da república. Com a perda de confiança do eleitorado em cima de PT e PSDB, o professor aponta ainda o Podemos, de Álvaro Dias, e o PSB, de Joaquim Barbosa, como possíveis surpresas. Confira a matéria completa no player acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •