Isolamento social provoca queda na poluição atmosférica em São Paulo

Segundo especialista, estações meteorológicas registraram redução de 70% nos níveis de gases tóxicos encontrados na atmosfera da cidade 

O Ambiente É o Meio desta semana conversa com a professora Maria de Fátima Andrade, do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da USP, sobre a queda nos níveis de poluição atmosférica após o isolamento social em São Paulo. 

A professora conta que, nas primeiras semanas do isolamento social, as estações meteorológicas registraram redução de 70% nos níveis de gases tóxicos encontrados na atmosfera da cidade. Diz que essa queda está diretamente ligada à diminuição do tráfego de veículos, principais emissores de monóxido de carbono e óxidos de nitrogênio. 

Segundo Maria de Fátima, artigos científicos têm mostrado que a concentração de casos graves de covid- 19 estão em regiões com maiores índices de poluição. “É como se as pessoas que vivem em regiões poluídas fumassem. O pulmão está sempre sujeito a poluentes e fatores que prejudicam a saúde. Quando tem uma doença que pode afetar o sistema respiratório, para elas o efeito é maior”, afirma. 

Para a professora, a queda nos níveis de poluição, que está acontecendo agora, comprova a necessidade de investimentos em transportes limpos, como o ônibus elétrico, mas diz que a possível solução não é bem-vista pelo âmbito econômico. “Apesar de as pessoas terem entendido o quanto temos ganhado, a questão econômica não leva em consideração o ganho, como, por exemplo, na questão da saúde. Ela considera isso como uma despesa, quando, na verdade, a longo prazo, isso também é um ganho.” 


Ambiente é o meio

Apresentação: Professores Marcelo Marine Pereira de Souza e José Marcelino de Resende Pinto (ambos professores da FFCLRP)
Coordenação: Rosemeire Talamone
Produção: Marcelo Marine Pereira de Souza e José Marcelino de Resende Pinto (ambos professores da FFCLRP)
Edição Geral: Cinderela Caldeira
Edição Sonora: Mariovaldo Avelino e Luiz Fontana
E-mail: ouvinte@usp.br
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 107,9; ou Ribeirão Preto FM 107.9, ou pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular para Android e iOS .
.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.