Interação com os ouvintes gera debate positivo em podcast

O colunista José Eli da Veiga agradece aos ouvintes pelas manifestações e reforça sua opinião sobre os agrotóxicos

  • 13
  •  
  • 2
  •  
  •  

A coluna Sustentáculos tem recebido mensagens de ouvintes opinando sobre os conteúdos abordados pelo professor José Eli da Veiga. Dentre eles, o comentário da última coluna, quando o professor falou sobre a aprovação na Câmara dos Deputados, por uma comissão especial, de um parecer que permite a liberação de pesticidas mesmo antes de concluídas análises sobre eventuais riscos. O colunista reafirma sua opinião sobre os deputados que vierem a votar a favor do projeto: “Serão condenados e considerados, no futuro, como ‘criminosos de guerra’!”.

Ele também ressalta a opinião de uma ouvinte, que escreveu para a Rádio USP, considerando “desequilibrada” a cobertura da emissora sobre a questão dos agrotóxicos. “Ela diz ter ouvido três entrevistas contra o ‘pacote do veneno’ e nenhuma com um especialista da USP em toxicologia. Ou seja, como o tema envolve uma questão de análise de riscos os toxicólogos poderão fornecer alguma informação mais equilibrada sobre os eventuais perigos dos agrotóxicos.”

Eli da Veiga também destaca os caminhos que poderão levar à proibição do uso dos agrotóxicos, como o glifosato. Ele cita o caso que ocorreu com o amianto. “Nos países mais avançados o produto começou a ser proibido nos anos 1970 e os responsáveis pela utilização do produto foram punidos.” Segundo o colunista, com o glifosato poderá acontecer a mesma coisa. “Basta acompanhar os julgamentos que ocorrem nos EUA e na Europa”, alerta Eli da Veiga.

Ouça a coluna na íntegra.

  • 13
  •  
  • 2
  •  
  •  

Textos relacionados