Inteligência artificial já é utilizada em trabalho especializado

Pesquisador do IEA analisa o desenvolvimento das máquinas e os desafios que o avanço tecnológico impõe ao homem

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

O desenvolvimento da inteligência artificial está em plena progressão. E isso gera questionamentos sobre o poder das máquinas e o papel do homem.

Segundo o  coordenador do Grupo de Estudo Humanidades Computacionais no Instituto de Estudos Avançados, Teixeira Coelho Netto, tudo aponta para que as máquinas tenham a capacidade de realizar a autoprogramação. Para o pesquisador , essa possibilidade não pode ser deixada de lado.

Há também o uso crescente de máquinas em análises científicas e econômicas. A respeito disso, o professor diz já ser claro que não há especialidade humana que não possa ser substituída pela máquina. Exemplo disso é a possibilidade da geração de críticas de arte realizadas por softwares alimentados por informações sobre o assunto.

Além disso, a sociedade deve estar preparada para um cenário no qual as máquinas executem a maioria do trabalho. E, diante dessa situação, a produção econômica das máquinas deve ser revertida ao homem, analisa o pesquisador.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados