Instituto do Coração atinge resultados inéditos de excelência

Índices de desempenho são comparáveis aos dos maiores centros de cirurgia cardiovascular do mundo, declara Fabio Jatene

Recentemente, o Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP apresentou seus dados de desempenho e atingiu sua melhor marca desde sua criação, há 42 anos. Para entender como esses resultados de desempenho foram atingidos, o Jornal da USP no Ar conversou com o médico Fabio Jatene, diretor da Divisão de Cirurgia Cardiovascular do Incor. Dando sequência à série especial sobre a contribuição da Medicina USP para a sociedade, vamos conhecer o trabalho realizado no instituto, que inovou ao criar programa de qualidade em cirurgia cardiovascular. 

Ele contou que, em 2016, a chance de um paciente do instituto receber alta após uma cirurgia de pontes de safena era de 96%; já em 2019, o índice é de 99%. O professor admite que a mudança pode parecer inexpressiva, porém ela se mostra relevante à medida em que se compara com o contexto nacional. “No Brasil, nós operamos 100 mil doentes por ano. Se extrapolarmos nossos índices para os demais centros, são 3 mil pessoas beneficiadas a mais só nessa situação de cirurgia cardiovascular.”

Para atingir esses números, o Incor adotou um “programa de melhoria contínua da qualidade”. Jatene explica que se trata de uma série de procedimentos, como treinamento de pessoas, integração de equipes e melhoria das informações. “No fim, é um conjunto de medidas que praticadas continuamente conseguem propiciar esses resultados”, declara. Ele ainda comenta que o modelo deve ser replicado para outros centros do País.

O professor aponta que um dos objetivos do instituto é trabalhar mirando as melhores instituições do mundo. Ao estabelecer metas para que se aproximasse dos números delas, em algumas situações o Incor chegou a superar o que almejava. “É possível alcançar, dentro de um hospital universitário público, os resultados dos melhores centros da área no mundo”, pontua Jatene.

Ouça a entrevista na íntegra no player acima.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP com a Escola Politécnica, a Faculdade de Medicina e o Instituto de Estudos Avançados. No ar, pela Rede USP de Rádio, de segunda a sexta-feira: 1ª edição das 7h30 às 9h, com apresentação de Roxane Ré, e demais edições às 10h45, 14h, 15h e às 16h45. Em Ribeirão Preto, a edição regional vai ao ar das 12 às 12h30, com apresentação de Mel Vieira e Ferraz Junior. Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo do Jornal da USP no celular. 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.