Iniciativas tentam combater as fake news

Para Lins da Silva, projetos de checagem de informações são importantes para evitar notícias fraudulentas

Uma coalizão de 24 organizações de mídia do Brasil lançou recentemente o projeto Comprova, que tem como objetivo identificar, checar e combater notícias fraudulentas, as fake news. Já a agência Aos Fatos desenvolveu um robô para o Twitter (@fatimabot) que identifica informações comprovadamente falsas e avisa aos usuários que compartilharam a notícia. O professor e jornalista Carlos Eduardo Lins da Silva, na coluna desta semana, comenta essas iniciativas, mas destaca que, na batalha contra as fake news, o grande gargalo ainda está nas mensagens compartilhadas por Whatsapp. “Quando uma mensagem é enviada por um amigo ou parente, ela acaba tendo mais credibilidade”, ele destaca.

Ouça a coluna na íntegra clicando no player acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.