Iniciativa da USP leva atendimento médico a crianças ribeirinhas

Serviço prestado pelo ICB atende, em média, 500 pessoas no Amazonas e em Rondônia

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

O atendimento à população ribeirinha através de um mutirão oftalmológico e assistência à saúde é um dos objetivo do Centro Avançado de Pesquisa do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP. A iniciativa promove a prestação de serviços para a comunidade e coloca em prática os aprendizados adquiridos em sala de aula, fazendo com que alunos de ciências biológicas possam enxergar essa realidade.

O mutirão oftalmológico surge a partir de um levantamento da saúde da população idosa de uma parte da área ribeirinha de Humaitá (AM), onde foi diagnosticada uma série de doenças crônicas não transmissíveis. A partir deste estudo, passaram a analisar a saúde das crianças e elegeram as estudantes de uma unidade fluvial de ensino que serão submetidas a exames gerais e oftalmológicos.

O Centro foi criado e é coordenado pelo professor Marcelo Aranha Camargo, quando, em 1990, começou a frequentar Rondônia, promovendo estudos relacionados à malária. A partir de 2001, surge o Núcleo Avançado na cidade de Monte Negro (RO) para atividades de pesquisa, ensino e assistência médica, oftalmológica, odontológica e fonoaudiológica, para a população, em parceria com a Faculdade de Odontologia de Bauru, Unifesp, e outras parcerias da USP. A iniciativa atende em média 200 pessoas por semana em Rondônia.

O Centro Avançado de Pesquisa ainda possui convênio com outras cidades, como, por exemplo, a Prefeitura de Humaitá (AM), realizando atendimentos na área ribeirinha do Amazonas. Ao todo, são atendidas entre 400 e 500 pessoas por semana.

Para o professor, a assistência dada à população não é o impacto mais importante, mas sim “tirar experiências e informações que permitam à prefeitura e aos responsáveis  tomar atitudes no sentido de promover saúde, prevenir doenças e fazer intervenções que se façam necessárias para que essas doenças não se agravem.”

Jornal da USP no Ar, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93,7, em Ribeirão Preto FM 107,9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados