Incontinência urinária feminina é reduzida com mudança de estilo de vida

O sobrepeso e tabagismo são dois dos fatores que causam o problema

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

O Saúde Feminina, com o médico Alexandre Faisal, trata sobre um tema bastante pertinente para a mulher: incontinência urinária.

Alguns estudos indicam que até 40% das mulheres vão apresentar algum grau de incontinência urinária. Esse problema não depende só do envelhecimento, mas também é causado pelo aumento de peso, tabagismo e sedentarismo. Para Faisal, reduzir a incontinência urinária é praticar diariamente  exercício físico, parar de fumar e perder peso. “Três variáveis de estilo de vida que podem ser modificadas para que a mulher fique livre deste incomodo”, sugere.

Ouça, no link acima, a íntegra da coluna Saúde Feminina.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 1
  •  
  •  
  •  
  •