Implante de cardiodesfibrilador é mais comum do que se imagina, afirma especialista

O cardiologista Antônio Pazin Filho diz que o procedimento é muito simples e a instalação do aparelho pode ser feita pelo SUS

 15/07/2021 - Publicado há 3 meses
Por
Christian Eriksen – Foto: Flickr

 

A imagem de um jogador sendo reanimado em meio a um jogo de futebol, em partida realizada na Europa, chocou o mundo. O jogo era entre Dinamarca e Finlândia, pela Eurocopa, quando o jogador dinamarquês, Christian Eriksen, de 29 anos, sofreu um mal súbito em campo.

Internado às pressas, o atleta precisou de implantar um cardiodesfibrilador para controlar a arritmia cardíaca, depois de diagnóstico médico.

Cardioversor desfibrilador implantável – Foto: Wikipédia

Esse aparelho é da família do marcapasso. É um desfibrilador subcutâneo para pacientes que têm uma doença cardíaca de base, que cause arritmias cardíacas, e que é implantado abaixo da clavícula.

O cardiologista Antônio Pazin Filho, professor do Departamento de Clínica Médica da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto  (FMRP) e diretor do Departamento de Atenção à Saúde do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HC-FMRP), ambos da USP, explica que esse tipo de implante é mais comum do que se imagina. “O procedimento é muito simples e a instalação do aparelho pode ser feita pelo SUS, apenas com um corte, sem a necessidade de abrir o peito”, diz o cardiologista.

Apesar da facilidade de colocação, o que não é comum é um atleta jovem depender de um equipamento como esse, segundo o professor da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, além disso, cada caso é um caso e precisa ser avaliado separadamente.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP com a Escola Politécnica, a Faculdade de Medicina e o Instituto de Estudos Avançados. No ar, pela Rede USP de Rádio, de segunda a sexta-feira: 1ª edição das 7h30 às 9h, com apresentação de Roxane Ré, e demais edições às 10h45, 14h, 15h e às 16h45. Em Ribeirão Preto, a edição regional vai ao ar das 12 às 12h30, com apresentação de Mel Vieira e Ferraz Junior. Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo do Jornal da USP no celular. 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.