Ignorância conservadora ataca filósofa Judith Butler

Alexino Ferreira comenta a ação de grupos conservadores, que querem impedir a participação de Judith em evento no Sesc

Os conservadores de plantão – e são muitos – voltam a estender seus tentáculos, desta vez escolhendo como alvo a filósofa e professora da Universidade de Berkeley, Judith Butler, que tem se debruçado, desde os anos 1980, sobre o feminismo e a teoria Queer. Convidada a vir ao Brasil, ela enfrenta a ira de grupos conservadores, contrários à presença dela num evento programado para o Sesc Pompeia, o qual garantiu, porém, que o seminário Os fins da Democracia não será cancelado.

O surpreendente é que a palestra da filósofa nem mesmo será sobre identidades sexuais. “Desinformados, os grupos conservadores que estão protestando contra os eventos nem se deram conta das temáticas que irão ser abordadas, demonstrando o nível de ignorância a que estão imersos”, diz em sua coluna o professor Ricardo Alexino Ferreira. Ouça no link acima.
.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •