Hospital das Clínicas receberá profissionais privados de liberdade

A medida foi em acordo com a Justiça Federal, que permitirá o cumprimento de penas alternativas por detentos

  • 10
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

Em maio, o Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) e a Justiça Federal fecharam um acordo que possibilita o cumprimento de penas por meio da prestação de serviços ao hospital e, consequentemente, à sociedade. O engenheiro Antônio José Rodrigues, superintendente do HC, ressalta a importância social dessa decisão.

Um dos principais objetivos desse acordo é a ressocialização de detentos que não trazem perigo à sociedade e que possuem variados níveis de escolaridade ou alguma formação profissional. Além das pessoas privadas de liberdade exercerem o que elas já exerciam antes de ficarem em posse da Justiça, o retorno social de seus serviços será perceptível.

O engenheiro afirma que o HC é um complexo no qual circula, em média, 43 mil de pessoas por dia, o que faz com que haja vagas para diversos tipos de serviço, fazendo a medida abranger um contingente significativo de pessoas que estão cumprindo alguma pena. O principal setor que vai receber esses profissionais é o administrativo.

Jornal da USP no Ar, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93,7, em Ribeirão Preto FM 107,9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

 

  • 10
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados