Higiene diária é a medida de prevenção do câncer de pênis

Mil amputações anuais no País são feitas pela falta de conscientização, agravada por fatores socioeconômicos

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn3Print this pageEmail

Segundo o professor do Departamento de Urologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina (HCFM) da USP, José Cury, a ocorrência de câncer de pênis se deve a três fatores principais: presença de fimose, falta de higiene adequada e infecções virais.

Ele comenta que o cuidado com o pênis ainda é um tabu. Assim, muitas famílias não ensinam corretamente o procedimento de higiene, o que exige maior atenção por parte dos pediatras.

Foto: Wikimedia Commons

Cury esclarece que a falta de higiene pode levar ao câncer e à amputação parcial ou total da genitália masculina. No Brasil, são mil amputações por ano, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia. Como prevenção, o professor destaca a importância da higiene feita diariamente.

Além disso, o professor alerta para o aumento dos casos das infecções sexualmente transmissíveis – sífilis e HPV, por exemplo -, devido à falta de proteção e negligência com a higiene masculina.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn3Print this pageEmail

Textos relacionados