Hélio Oiticica vê o museu como “o mundo”, mostra Grossmann

Professor destaca a contribuição do artista carioca para a discussão sobre as relações entre arte e museu

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A principal contribuição do artista carioca Hélio Oiticica (1937-1980) para a discussão sobre as relações entre arte e museu é o seu conceito de museu, que ele considera não como um lugar específico, isolado da sociedade, mas como “o mundo”.

A análise foi feita pelo professor Martin Grossmann em sua coluna Na Cultura o Centro Está em Toda Parte, transmitida no dia 14 de novembro de 2018 pela Rádio USP (93,7 MHz).

Ouça no link acima a íntegra da coluna.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados