Governo permite a contratação temporária sem gerar vínculo

Nova norma do trabalho temporário traz regras mais claras

Com o início das contratações de temporários para o fim de ano, o governo editou um decreto que regulamenta alguns pontos da Reforma Trabalhista, aprovada em 2017. Os contratos de trabalho não poderão exceder 270 dias, ou seja, o primeiro contrato de 180 dias prorrogáveis por mais 90 dias. Para uma nova recontratação, é preciso que haja um intervalo de 90 dias. Antes, não existia esse intervalo. Quem fala sobre o assunto à Rádio USP é o professor do Departamento de Direito do Trabalho da Faculdade de Direito da USP, Antonio Rodrigues de Freitas Jr., que esclareceu as principais dúvidas sobre as novas regras de contratação temporária.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da entrevista.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.