Governo abriu nova frente de conflito com crise na Amazônia

“Parte do que o governo está fazendo já havia sido anunciada na campanha eleitoral”, aponta Singer

Nesta edição de sua coluna, o cientista político André Singer analisa a crise ambiental das queimadas na Amazônia pelo ângulo de suas consequências políticas. “Em relação ao problema substantivo ambiental, eu estou em discordância completa com o governo brasileiro. Porém, pensando do ângulo político, é preciso se considerar que parte do que o governo está fazendo já foi anunciada na campanha eleitoral”, aponta Singer.

O colunista analisa que o governo já ostentava uma relação desfavorável com o Congresso Nacional, e uma queda de apoio do eleitorado. Agora, entra em conflito no plano internacional, com tendências ao isolamento. “Neste momento, há um jogo bastante indefinido de idas e vindas, avanços e recuos”, analisa.

Ouça, no player acima, a íntegra da coluna Poder e Contrapoder.


Poder e Contrapoder
AA coluna Poder e Contrapoder, com o professor André Singer, vai ao ar toda quinta-feira às 9h, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.