Fibras ajudam na redução dos sintomas da menopausa

Segundo a médica do HC Ângela Maggio, alimentação balanceada ameniza distúrbios causados no período

  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

A menopausa, período feminino em que se encerra o ciclo menstrual e ovulatório, não tem idade certa para início. No entanto, sua chegada é marcada normalmente por sintomas desagradáveis às mulheres, os quais, segundo a médica  Ângela Maggio — ginecologista do Hospital das Clínicas —,  podem ser reduzidos a partir de um controle na alimentação.

As dores locais, fadiga, ondas de calor e distúrbios no sono tendem a ser característicos durante a menopausa. Por conta disso, Ângela recomenda um maior consumo de fibras solúveis e não solúveis. Frutas, verduras, aveia, cevada, legumes, farelo de trigo e grãos integrais são os indicados pela doutora.

Nesses casos, a alimentação não age apenas em prol da saúde. É por isso que a ginecologista sugere que mulheres na menopausa evitem leites e derivados integrais, frituras e alimentos gordurosos — condimentos capazes de agravar ainda mais as sensações de mal-estar.

Ouça o áudio completo da entrevista acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados