Falta de investimentos contínuos dificulta melhora na mobilidade urbana

Luciana Hoyer comentou sobre os recursos destinados para as obras de infraestrutura de transporte público

A mobilidade urbana no Brasil é sempre um tema recorrente de estudos e pesquisas. Um levantamento feito pelo Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc) mostrou que apenas 27% dos recursos da União aprovados para o Programa de Mobilidade Urbana foram utilizados nos últimos dez anos pelos Estados e municípios.

A professora Luciana Hoyer, da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP, destacou a importância dos recursos da União para o financiamento de obras de infraestrutura para o transporte público, que são o principal meio de fomentar o desenvolvimento da mobilidade urbana no País.

Transporte público – Foto: Marcos Santos / USP Imagens

Apesar da não utilização de grande parte dos recursos, a professora disse acreditar que os investimentos ocorrem, na grande maioria, corretamente, e que o problema se deve principalmente à falta de recursos contínuos, que prejudicam o andamento de projetos de melhoria do transporte público.

Confira acima a matéria completa.

 

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.