Falta de apetite é um dos efeitos do tratamento contra HIV

Coquetel anti-HIV, como todo medicamento, pode trazer efeitos indesejáveis

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O primeiro boletim Pílula Farmacêutica da semana continua na série sobre Aids/HIV. Os medicamentos para impedir a multiplicação do vírus HIV foram criados na década de 1980. O chamado coquetel não elimina o vírus causador da doença, mas ajuda a evitar sua multiplicação, não deixando o sistema imunológico tão fraco. Aos portadores do vírus é fundamental o uso para aumentar o tempo e a qualidade de vida.

Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Entre os efeitos mais comuns do tratamento estão a falta de apetite, náuseas, azia, entre outros. Já com o passar do tempo, os pacientes podem sofrer alterações no organismo, como danos ao rins, fígado, ossos, etc. Além disso, eles também podem modificar o metabolismo, mudando a distribuição da gordura pelo corpo e causar diabetes.

O boletim Pílula Farmacêutica é apresentado pelos alunos de graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP) da USP com supervisão da professora Regina Célia Garcia de Andrade. Trabalhos técnicos de Luiz Antonio Fontana. Ouça, no link acima, a íntegra do boletim.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados