Exportação brasileira avançou no ranking internacional

Após a implementação das medidas de facilitação, País passou do número 139 para o 106

 

No relatório do Doing Business de 2019, do Banco Mundial, o Brasil avançou 33 posições no ranking de comércio exterior. No documento, o País saltou da posição de número 139 para a 106. Grande parte desse avanço se deve aos esforços na implantação de medidas de facilitação do comércio exterior.

Luciano Nakabashi, professor da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP) da USP, comentou que as negociações entre governos e, principalmente, as mudanças no preço e questões de câmbio brasileiras foram fatores importantes para essa melhora.

Os dados colhidos entre dezembro de 2017 e novembro de 2018 mostraram que o País teve um recuo nas exportações para a Argentina, um de seus principais parceiros econômicos, mas que, por outro lado, no mesmo período, houve um aumento das exportações para a Holanda.

Ouça a entrevista no link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 11
  •  
  •  
  •  
  •