Expectativa de vida aumenta conforme os avanços tecnológicos

No Japão e Coreia do Sul houve uma mescla de melhorias, como o maior acesso à saúde primária e secundária

Na edição de hoje, o médico ginecologista Alexandre Faisal trata da expectativa de vida e comenta se essa tendência vai continuar aumentando, ou eventualmente, na presença de fatores de risco presentes nas populações, como, por exemplo a obesidade, vai haver uma reversão ou estagnação nessa tendência de alta.

Faisal aponta que, em países de alta renda, exceto nos que passaram por guerra, onde houve fome ou algum surto infeccioso, a expectativa de vida tem aumentado constantemente há algumas décadas. O médico apresenta dados dos pesquisadores do Imperial College London, da Inglaterra, que procuraram estimar a expectativa de vida em 35 países industrializados para o ano de 2030. “Eles observaram que a expectativa de vida deve aumentar em todos os 35 países participantes, com uma grande probabilidade, principalmente para as mulheres. A fundamentação para esses resultados está na mudança dos determinantes sociais, nos avanços tecnológicos e, principalmente, no sistema de saúde desses países”, observa.

Ouça no link acima a íntegra da coluna Saúde Feminina.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 1
  •  
  •  
  •  
  •