Exoplaneta é encontrado numa região incomum

O professor João Steiner explica o fenômeno, que é considerado muito raro

Astrônomos de uma universidade do Reino Unido encontraram um exoplaneta orbitando uma estrela chamada NGTS4, que fica a cerca de 920 anos luz da Terra. No caso, o que chama a atenção é que o planeta fica dentro de uma zona conhecida como deserto netuniano, onde seria incomum planetas com a massa do tamanho de Netuno. O professor João Steiner explica o porquê dessa impossibilidade e especula sobre os motivos da existência de um planeta com essa massa ter sido achado numa região tão implausível.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra da coluna.


Entender as Estrelas – Uma viagem pela astronomia
A coluna Entender as Estrelas – Uma viagem pela astronomia, com o professor João Steiner, vai ao ar toda sexta-feira às 9h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •