Evolução tecnológica na engenharia de transportes pode prevenir acidentes de trânsito

José Leomar Fernandes Júnior fala sobre os custos que os acidentes de trânsito têm para a sociedade e quais medidas de prevenção podem ser tomadas

 Publicado: 08/11/2021
Formação escolar, técnica e a conscientização de atitudes também são ferramentas importantes para a prevenção de acidentes – Foto: Fotomontagem Jornal da USP

O Sistema Único de Saúde (SUS) gastou, nos últimos 10 anos, cerca de R$ 3 bilhões com acidentes de trânsito, segundo estudo do Conselho Federal de Medicina. José Leomar Fernandes Júnior, docente do Departamento de Engenharia de Transportes da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP, comenta ao Jornal da USP no Ar 1° Edição o papel da área da engenharia de transportes na prevenção de acidentes e como a evolução tecnológica pode contribuir para a sua redução.

“Há custo para o SUS, mas também há para a sociedade”, destaca Leomar, ao ressaltar dados do IPEA (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) que estimam o valor de uma morte em acidente de trânsito em R$1 milhão, ao mesmo passo que uma pessoa acidentada representa um custo de R$ 200 mil para a sociedade.

“É bastante complexo porque as estatísticas apontam que 90% dos acidentes de trânsito têm fator humano”, explica Leomar. Ele também destaca que a formação escolar, técnica e a conscientização de atitudes são as ferramentas mais importantes para a prevenção de acidentes. Leomar comenta produtos da área de engenharia de transportes, como, por exemplo, os veículos autônomos, mas ainda que retirem em grande parte as falhas humanas, falhas tecnológicas podem acontecer.

Por fim, o professor ressalta que a mudança de comportamento no trânsito é essencial. “Até temos tecnologia, mas a alteração em grande escala ainda está no futuro de médio a longo prazo”, explica.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP com a Escola Politécnica, a Faculdade de Medicina e o Instituto de Estudos Avançados. No ar, pela Rede USP de Rádio, de segunda a sexta-feira: 1ª edição das 7h30 às 9h, com apresentação de Roxane Ré, e demais edições às 10h45, 14h, 15h e às 16h45. Em Ribeirão Preto, a edição regional vai ao ar das 12 às 12h30, com apresentação de Mel Vieira e Ferraz Junior. Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo do Jornal da USP no celular. 


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.