Evento promove atividades voltadas à saúde do idoso

Projeto é direcionado tanto a pessoas que buscam conhecimento sobre vida mais saudável quanto a profissionais da saúde

  • 7
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

A Longev Week, Semana da Promoção da Saúde e Prevenção de Doenças, começa no sábado, 8 de dezembro, no teatro da Faculdade de Medicina da USP. O evento contará com 49 palestras temáticas e 49 atividades de bem-estar. O objetivo é promover mudanças para a vida longeva com qualidade, propósito e alegria. A realização é da Free Aging, plataforma que promove encontros que têm como eixo a pessoa em seu processo de envelhecimento. Para falar sobre o assunto, o Jornal da USP no Ar recebeu Edgar Werblowsky, criador do projeto, e a médica Lilian Schafirovits Morillo, assistente do Serviço de Geriatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e responsável pelo Ambulatório Cognitivo do Serviço de Geriatria, além de palestrante do evento.

O projeto é voltado tanto para pessoas que buscam conhecimento sobre uma vida mais saudável e com qualidade quanto para profissionais da área da saúde que queiram se atualizar. Lilian explica que o País lida com uma realidade de confluência entre índices de saúde de países subdesenvolvidos – como problemas de carência de saneamento básico e questões infecciosas – com outros índices de saúde de países em desenvolvimento, como o envelhecimento da população. “Como fechar essa conta, uma vez que a população idosa realmente consome muitos recursos de saúde?” Ela ressalta a importância de iniciativas como a Longev Week para de estimular as pessoas a envelhecer com qualidade de vida, além de conscientizar a população em geral a cuidar dos idosos que já sofrem de doenças graves.

Foto: Cecília Bastos/USP Imagens

De acordo com Werblowsky, a prevenção de doenças vem do desenvolvimento de uma vida em equilíbrio. “É nessa junção de competências dos mais diversos profissionais que atuam no estabelecimento e promoção da saúde que a gente consegue dar passos grandes para que se previna uma série de coisas.” Ele lembra também que essa prevenção promove a redução de custos com a saúde. Um problema abordado é o isolamento e a solidão da geração idosa. Segundo ele, essa carência sobrecarrega os serviços de saúde.

A dra. Lilian coordena o serviço do Hospital das Clínicas que presta atendimento a pacientes portadores de demência em fase grave. Sua participação no evento será justamente a de conversar com o público sobre modelos de cuidado para esses pacientes e como lidar com as pessoas que apresentam o quadro. Ela cita o modelo holandês de cuidado como uma referência. “Nós vamos tentar fomentar uma discussão de como criar o modelo brasileiro de bom cuidado a essas pessoas que já adoeceram.” Ela também comenta a dificuldade de implantar certos modelos no Brasil pela carência de profissionais na área. “Como você presta um cuidado adequado se um profissional está sobrecarregado para cuidar de seis ou sete indivíduos?”, questiona.

As atividades vão desde musicoterapia, canto, aromaterapia, a oficinas de memória e terapias complementares, além de atividades físicas. As inscrições ainda podem ser realizadas no site do evento. Lá é possível também ter acesso à lista de todos os serviços que serão oferecidos. A Longev Week ocorre de 8 a 14 de dezembro de 2018, no Auditório da Faculdade de Medicina da USP (Av. Dr. Arnaldo, 455, próximo ao Metrô Clínicas).

jorusp

  • 7
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados