Evento estimula a criação de startups na área da saúde

Esta é a segunda edição do “Startup Weekend Health”, que será sediado no Instituto de Radiologia do Hospital das Clínicas

  • 9
  •  
  •  
  •  
  •  

jorusp

Nos dias 17, 18 e 19 de agosto, o Instituto de Radiologia (InRad) do Hospital das Clínicas (HC) da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) sediará o Startup Weekend Health. O evento, que dura 54 horas, proporciona o encontro de empreendedores, desenvolvedores, designers e entusiastas de um tema para compartilhar ideias, formar equipes e criar startups. É a maior reunião de startups do mundo, com edições realizadas em quase 700 cidades em todos os continentes. Para comentar este encontro, o Jornal da USP no Ar conversou com Ivisen Lourenço, gerente de Marketing de Inovação do HC da FMUSP e coordenador do evento.

Lourenço esclarece que o Startup Weekend Health não é somente uma iniciativa do HC, pois quem o criou foi o grupo Techstars. Surgida em 2011, a organização tem como objetivo incentivar o empreendedorismo ao redor do mundo. Após cinco anos de sua origem, o movimento da saúde em São  Paulo realizou o primeiro evento, que ocorreu também no InRad do HC, com mais de 120 participantes, que apresentaram mais de 100 ideias e criaram 15 modelos de startups.

Foto: Divulgação / Startup Weekend Health

O gerente afirma que há uma grande expectativa para este ano. O evento tem início já nesta sexta-feira, quando os participantes terão a chance de apresentar, em 60 segundos, suas ideias para resolver o problema da saúde. Após as apresentações, eles se unirão em equipes, tendo como requisito a familiaridade de suas propostas expostas. No sábado de manhã, os grupos já vão começar a trabalhar e passarão por alguns processos. Ele afirma que nem todos os projetos envolvem tecnologia, mas reconhece que é muito difícil falar de inovação sem falar de tecnologia.

O principal motivo para trazer inovação na área da saúde, segundo Lourenço, é o acesso. Pois, com a inovação, é possível fazer com que a saúde seja universal. Um exemplo citado pelo gerente é a startup Soulvox, surgida no evento de 2016, que partiu da ideia de que pessoas que estão com alguma doença, que pode levar à perda da fala, se incomodavam com o auxílio de uma voz robótica para se comunicarem, como houve com o cientista Stephen Hawking. Assim, com esse projeto, as pessoas, antes de perderem a voz, gravam algumas frases para que futuramente consigam, por meio de engenharia de áudio, conversar tendo um aplicativo que reproduza sua própria voz.

O evento se inicia às 6h30. O Instituto de Radiologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP está localizado na Rua Dr. Enéas de Carvalho Aguiar – Prédio da Radiologia, portaria 1 – Cerqueira César – São Paulo, SP, CEP 05403-010.

Jornal da USP no Ar, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93,7, em Ribeirão Preto FM 107,9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular. Ouça, no link acima, a íntegra da entrevista.

  • 9
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados