Europa passa por período de transição

Os ares de mudança que sopram sobre aquele continente terão um desfecho no próximo dia 26, por ocasião das eleições para o Parlamento

“O cenário político europeu está em mutação”, afirma o embaixador Rubens Barbosa no início de sua coluna para a Rádio USP, antes de observar que a eleição para o Parlamento europeu, no próximo dia 26, poderá resultar em ainda mais mudanças. A verdade é que a Europa, depois de muitos anos de estabilidade política e econômica, passa por um período de transição, em que alguns dos principais elementos são o crescimento da direita nacionalista e populista e a decisão do Reino Unido em deixar a União Europeia.

Outro fator que contribui para a atual instabilidade do cenário europeu é o descontentamento da população com os efeitos da globalização, para não mencionar a ausência de liderança em um momento de tensão interna e depressão externa, fruto da divisão atual entre França e Alemanha, que há pouco ainda ocupavam uma posição de destaque entre os países do bloco. Para agravar ainda mais as coisas, na área econômica nota-se também uma importante divisão, “porque enquanto a França tem uma posição mais flexível, a Alemanha tem uma posição mais ortodoxa, mantendo o princípio de redução do déficit público”.

Barbosa conclui: “Com a eleição de 26 de maio, vai se confirmar ou não a tendência de fortalecimento da direita nacionalista e populista”. Está em jogo o próprio futuro da Europa.

Acompanhe, pelo link acima, a íntegra do comentário do embaixador Rubens Barbosa.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.