Etanol de cana-de-açúcar leva vantagem sobre o de milho

É o que diz o professor José Goldemberg no retorno de sua coluna semanal para a Rádio USP

Apesar de ser considerado mais poluente do que o etanol de cana, o etanol de milho tem sua produção defendida por empresas que investem no setor. Em sua primeira coluna do ano, o professor José Goldemberg admite que o etanol de milho é tecnicamente viável. A diferença é que uma usina de etanol de cana-de-açúcar exporta energia, enquanto uma usina de etanol de milho precisa importar energia, além de necessitar de insumos. Por causa disso, de acordo com Goldemberg, o etanol de cana-de-açúcar leva vantagem sobre o de milho.

 

Textos relacionados