Estímulos recebidos pelos olhos afetam as ações humanas

Os olhos são responsáveis por 90% dos estímulos recebidos pelo ser humano no decorrer da vida

  • 10
  •  
  •  
  •  
  •  

Na coluna Fique de Olho desta semana, o professor Eduardo Rocha fala sobre o reaprender a ver. Em especial, o professor relaciona o tema a trabalhos de filósofos como o coreano Byung-Chul Han e o alemão Friedrich Nietzsche.

O professor conta que os filósofos surgem com a ideia de que o ser humano deveria contemplar a estratégia de não reagir imediatamente a um estímulo. “O excesso de atividade ou as atividades impensadas e acumuladas são menos produtivas do que aquelas feitas com uma maior análise ou melhor contemplação das imagens.”

Rocha diz que, partindo desta vertente, é possível lembrar que os olhos são responsáveis por 90% dos estímulos recebidos ao longo da vida. E que, seguindo as orientações dos filósofos, “é possível conter a ansiedade, a reagir melhor aos estímulos do ambiente, e assim a organização de tarefas melhora e aumenta também a capacidade de fazer coisas úteis e produtivas”.

Com isso, o filósofo Han enuncia que a hiperatividade é paradoxalmente  uma forma passiva de fazer as coisas e que o que falta nela é um sentido mais produtivo nessas ações, “a atividade de ver ou a valorização do sentido da visão requer, neste mundo cheio de estímulos, a todo momento uma readequação, um reaprendizado, moderando os estímulos, ponderando sobre os efeitos que eles nos trazem”.

Ouça acima na íntegra a coluna Fique de Olho.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 10
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados