Especialista adverte que jovens estão se expondo a níveis muito elevados de ruído

O som alto das baladas e o uso de fone de ouvido em volumes além do aconselhável estão prejudicando a saúde auditiva dos jovens, afirma professora Tanit Ganz Sanchez

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Foto: Visualhunt
Foto: Visualhunt

Não é de hoje que se sabe que volumes altos de som fazem mal para a saúde dos ouvidos. Uma pesquisa realizada na Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) pela professora Tanit Ganz Sanchez  entrevistou 170 alunos do Colégio Santa Cruz, zona oeste da Capital, de 11 a 17 anos. Desses, 54,7%, ou 93 alunos, apresentaram zumbido nos ouvidos, considerado um sinal de alerta para a perda de audição; dos 93 restantes, 51% associaram o zumbido exclusivamente com o ruído.

Segundo a especialista, os jovens estão se expondo a níveis muito elevados de ruído ao usarem fones de ouvido em volume além dos limites aconselháveis,  e também ao frequentarem baladas, shows e festas em que o  som ambiente é  igualmente nocivo.

A professora Tanit foi entrevistada pela  jornalista Marcia Avanza, ouça:

.

.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados