Engajamento de mulheres na política ainda é baixo

As mulheres ainda encontram dificuldades para ocupar cargos políticos, apesar de o direito ao voto ter sido conquistado em 1932

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

 

 O dia 8 de março é marcado pelo Dia Internacional da Mulher. Essa data foi oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1975 e representa um marco para relembrar as conquistas femininas, entre elas a participação na política. No Brasil, elas só ganharam direito ao voto em 24 de fevereiro de 1932, mas até hoje as mulheres encontram dificuldades como candidatas.

O advogado, professor e membro da Comissão de Direito Eleitoral da OAB de São Paulo, Luiz Eugenio Scarpino Junior, conta que, no direito eleitoral, as chapas são obrigadas a equilibrar os candidatos. Dessa forma, não pode ter mais do que sete candidatos dentre dez do mesmo sexo. “Essa política pública está sendo insuficiente para que a mulher verdadeiramente ocupe posições cada vez maiores no cargo político atual.”

Segundo Scarpino, existe a proposta de garantia de cadeiras obrigatórias para mulheres até que elas consigam o engajamento político. “Essa proposta, que tramitou no Congresso Nacional como Proposta de Emenda Constitucional (PEC), pode ser uma alternativa”.

O professor fala, ainda, sobre os direitos já conquistados, as maiores dificuldades e quais políticas públicas podem ser feitas para incentivar o engajamento feminino. Ouça a entrevista no link acima.

Por: Giovanna Grepi

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados