Energia dos ventos é limpa e renovável

Para o professor, uma sociedade com conscientização ambiental possui conhecimento suficiente sobre as formas de energia e eficiência

  • 19
  •  
  •  
  •  
  •  

O programa Ambiente é o Meio desta semana continua no tema energia renovável, com o professor Frederico Fábio Mauad, da Escola de Engenharia de São Carlos (EESC) da USP. Mauad, que é especialista em energia renovável, neste programa traz informações sobre a energia eólica e como o Brasil aproveita esse recurso natural.

O professor fala que a quantidade de ventos no Nordeste aumenta muito no período da seca do Rio São Francisco. “Uma usina eólica necessita de constância na direção do vento e uma velocidade acima de 7 metros por segundo”, afirma.

Mauad diz que hoje, na matriz de energia elétrica no Brasil, a energia eólica representa 8% e está concentrada no Nordeste. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), a energia eólica é classificada como Mecanismo de Desenvolvimento Limpo (MDL) e foi colocada como prioridade para investimentos no incentivo à chamada economia verde.

Segundo o professor, Portugal recentemente adotou um microgerador eólico eficiente e com baixo custo, que foi instalado por quase todo o país; essa tecnologia serve para uso doméstico e poderá revolucionar o mercado da produção de energia.

Ainda de acordo com o professor, as turbinas eólicas possuem impactos sonoros, visuais e os morcegos são animais que sofrem com a alteração na pressão do ar. “Mas, mesmo com esses impactos, ainda é muito menos que as outras formas de geração de energia e estudos estão sendo feitos para diminuir esses problemas.”

Ambiente É o Meio é uma produção da Rádio USP Ribeirão Preto, em parceria com professores da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto (FFCLRP) da USP e Programa USP Recicla da Superintendência de Gestão Ambiental (SGA) da USP.

Ouça acima na íntegra o programa Ambiente é o Meio.

  • 19
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados