Encontro de gêmeos na USP discute pesquisas e comportamento

Nascimentos gemelares têm alta em função do adiamento da gravidez – taxa varia de acordo com etnia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

O Painel USP de Gêmeos, liderado pela professora do Instituto de Psicologia da USP (Ipusp), Emma Otta, organiza o II Encontro de Gêmeos na USP, no dia 28 de julho. O evento, no Centro de Práticas Esportivas da USP (Cepeusp), conta com palestras sobre o tema e atividades recreativas para todas as faixas etárias. O Jornal da USP conversou com a professora e com o chargista e músico Paulo Caruso, irmão gêmeo do jornalista Chico Caruso.

I Encontro de Gêmeos na USP coordenado pela professora Emma Otta, do Intituto de Psicologia da USP – Foto: Cecília Bastos / USP Imagens

Paulo conta a respeito da criação do Sindicato dos Gêmeos, que promove ações sociais, pesquisas e eventos sobre o tema. Ele também divide algumas experiências que teve com seu irmão devido à gemelaridade.

Já a professora Emma Otta explica alguns dos avanços na pesquisa sobre gêmeos, como o aumento de incidência em função do adiamento da gravidez e a alta taxa de gemelaridade entre negros, por exemplo.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no Google+Tweet about this on TwitterImprimir esta páginaEnviar por e-mail

Textos relacionados