Empresas de transporte público são grandes devedoras da Previdência

A professora Raquel Rolnik participou em São Paulo de um encontro que tratou do tema

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Nesta edição do Cidade para Todos, a professora Raquel Rolnik fala sobre um encontro promovido em São Paulo pela Procuradoria-Regional da Fazenda Nacional, durante o qual foram apresentados os resultados de uma força-tarefa, organizada para tratar da dívida mantida por grandes devedores de impostos nacionais com a Receita e, sobretudo, com a  Previdência Social. O total das dívidas chega a R$ 2,2 trilhões – e chama a atenção que 1% dos devedores sejam responsáveis por mais de 60% delas. Entre os grandes devedores encontram-se empresas concessionárias do transporte público de todo o Brasil.

“Ao  trabalhar com essas dívidas, acabou aparecendo, dentro do processo, todos os mecanismos que são usados há décadas para que empresas com dívidas continuem prestando serviço público”, diz a colunista, não sem antes enfatizar que boa parte dessa dívida está concentrada em concessionárias de ônibus que prestam serviços na capital. Acompanhe, pelo link acima, a íntegra do comentário.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •