Em hipótese alguma o Brasil deve se armar contra a Venezuela

A opinião é de André Singer ao comentar um eventual apoio brasileiro a uma intervenção militar norte-americana no país vizinho

  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  

Na recente visita de Jair Bolsonaro aos EUA de Donald Trump, a imprensa especulou sobre um eventual apoio do Brasil àquele país no caso de uma intervenção armada na Venezuela. Para André Singer, esse é o tipo de especulação que jamais deveria ser deixado em aberto. O colunista lembra que existe uma tradição pacífica aqui, na América do Sul, que deve ser preservada a qualquer custo, por pior que esteja a situação naquele país vizinho. “Convém que essas especulações sejam inteiramente infundadas e que o governo brasileiro […] esteja totalmente decidido a não participar de nenhum tipo de intervenção armada na Venezuela.”

O cientista político também comenta se a possibilidade de uma intervenção poderia resultar em impactos para a política interna brasileira. Enquanto tudo não passar de especulação não há o que temer, mas tudo mudaria se de fato houvesse um conflito bélico. “O grande temor que existe é que justamente por isso forças políticas possam cogitar de usar uma intervenção externa”. Para o colunista, “a opinião pública brasileira tem que colocar uma posição firme de que não aceitaria, em hipótese alguma, uma ação desse tipo”.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 2
  •  
  •  
  •  
  •