ONU dá início à Década do Oceano

A Organização das Nações Unidas decidiu que, entre 2021 e 2030, viveremos sob a geração e divulgação do conhecimento relacionado ao oceano; especialista aponta que o objetivo é a geração de conhecimentos sobre o ambiente

 08/01/2021 - Publicado há 9 meses  Atualizado: 04/02/2021 as 14:18
Por
Entre 2021 e 2030 o maior ambiente do planeta será foco das ações dos países membros da ONU – Foto: Freepik/LuqueStock

A Organização das Nações Unidas (ONU) decidiu que entre 2021 e 2030 o mundo viverá a Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável, a Década do Oceano. Assim como em outras “décadas propostas pela ONU” desde 1960, que abordaram temas como racismo e biodiversidade, a ideia é que os países membros da ONU unam esforços para um objetivo comum.

+ Mais

Uma década para garantir o futuro do oceano

“A década está pautada centralmente na geração e divulgação do conhecimento relacionado ao oceano”, explica o professor Alexander Turra, do Instituto Oceanográfico da USP, sobre o objetivo da ONU ao estabelecer a Década do Oceano.

O entendimento humano sobre o oceano avança a passos largos. Cada vez mais se percebe o quanto as atividades humanas dependem desse ambiente, e também o influenciam, em questões como a produção de oxigênio, regulação do clima, sequestro e armazenamento de carbono. Contudo, de acordo com o professor, o processo de desenvolvimento de ciência oceânica deve ainda se preocupar com outro fator: “Deve haver tradução para a sociedade. Sem a tradução desse conhecimento para a população e para os tomadores de decisão, a gente não consegue caminhar em direção ao uso sensato do oceano, que é o que a década busca”.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.