Eleições na Argentina podem afetar diretamente o Brasil

Em caso de vencer candidato populista nas eleições da Argentina, aumentam as incertezas e os problemas de relacionamento com o Brasil, afirma colunista

Quais são as perspectivas das eleições na Argentina e o que isso representa para o Brasil? Para responder a esses questionamentos, o embaixador Rubens Barbosa afirma que a economia da Argentina está crescendo negativamente há mais de um ano, a inflação chega este ano a 55% e o deficit público foi tratado de maneira gradual, sem resultado, e o país vizinho teve que apelar para o FMI (Fundo Monetário Internacional).

Para o professor, as pesquisas mostram uma grande volatilidade na escolha dos candidatos. A eleição é incerta. Nas últimas semanas, houve um  colapso no consumo, freando a economia na Argentina. A dolarização cresce, há uma queda da produção interna, forte contração nas importações, com grande oscilação cambial, e capacidade ociosa de 55%. Para o Brasil, o resultado dessa eleição na Argentina é muito importante. Do ponto de vista político, um candidato populista causará um distanciamento da relação com a atual governo brasileiro, aumentando ainda mais as incertezas e os problemas do relacionamento  com esse nosso  importante parceiro comercial.

Ouça no player acima a íntegra da coluna Diplomacia e Interesse Nacional.


Diplomacia e Interesse Nacional
A coluna Diplomacia e Interesse Nacional, com o professor Rubens Barbosa, vai ao ar toda terça-feira às 8h30, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.