Eleições italianas confirmam predominância mundial do populismo

Professor destrincha os partidos que brigam para formar base do governo na Itália

No último dia 4, ocorreram as eleições para deputado e senador na Itália. O país, que enfrenta problemas econômicos, teve nas urnas um reflexo do desejo da população. Alberto do Amaral Júnior comenta, na coluna desta semana, os resultados desse processo eleitoral. Ele explica que nenhum partido conseguiu uma maioria necessária para formar a base do governo. As duas legendas mais votadas são o Movimento 5 estrelas e o Partido Liga, que, juntas, tiveram quase 50% dos votos. Ambas as plataformas políticas apresentam aspectos bem particulares, como uma ideologia antieuro e anti-imigração. Assim, o professor aponta que o país segue uma tendência mundial de predominância do populismo. Para conferir a coluna completa, confira no player acima.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •