Educação é essencial ao pleno exercício da cidadania

Dados da Unesco apontam que há 780 milhões de analfabetos no mundo, sendo 13 milhões somente no Brasil

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Na edição de hoje, o professor Pedro Dallari comenta sobre o corte no orçamento da educação, que está gerando protestos e mobilização da sociedade em todo o território brasileiro. Para ele, é uma preocupação legítima.

A Constituição Brasileira de 1988 consagra a educação como um direito social fundamental. Em 2017, a Unesco fez um levantamento e divulgou que no mundo existem ainda 780 milhões de pessoas com mais de 15 anos e adultos não alfabetizados. No Brasil, o número é de 13 milhões de analfabetos. “Esses  números são muito expressivos e não se pode deixar de priorizar o investimento na educação. A educação é uma condição essencial ao pleno exercício da cidadania do mundo globalizado”, afirma Dallari.

Ouça no player acima a íntegra da coluna Globalização e Cidadania.

 

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados