É preciso desacelerar São Paulo nas Marginais

O número de acidentes nas Marginais triplicou desde que a Prefeitura decidiu pelo aumento da velocidade nessas vias

  • 6
  •  
  •  
  •  
  •  

A Prefeitura municipal avisou que pretende aumentar o tempo de travessia nos semáforos para evitar o atropelamento de pedestres, sobretudo de idosos ou pessoas com algum tipo de dificuldade de locomoção, as maiores vítimas desses acidentes. A professora Raquel Rolnik considera ser essa uma medida positiva e necessária, mas critica, por outro lado, a decisão que, sob o mote “Acelera São Paulo”, alterou para cima a velocidade nas Marginais. Desde que isso aconteceu, o número de acidentes ocorridos tanto na Tietê quanto na Pinheiros triplicou – os motociclistas são as maiores vítimas.

O raciocínio obedece à lógica: o aumento de velocidade eleva o risco de colisões, geralmente com vítimas graves ou fatais, principalmente em casos de atropelamentos. A professora Raquel Rolnik entende que o prefeito João Doria deveria voltar atrás em sua decisão e, em vez de adotar como slogan “Acelera São Paulo”, incentivar o “Desacelera São Paulo”, reduzindo a velocidade nas Marginais.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 6
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados