É importante manter a PEC do Teto de Gastos Públicos

Para Nakabashi, manter os gastos sob controle é importante para a estabilidade do País e a retomada do crescimento

Nesta edição da coluna Reflexão Econômica, o professor Luciano Nakabashi fala sobre a PEC do Teto de Gastos Públicos que foi votada no governo Michel Temer. A PEC tem o intuito de limitar os gastos e dar início às reformas necessárias para que o teto não restrinja gastos importantes na sociedade.

De acordo com o professor Nakabashi, os escândalos da JBS próximos à votação da reforma da Previdência enfraqueceu o governo Temer. Já no governo do presidente Jair Bolsonaro, a pressão feita por políticos para flexibilizar o teto dos gastos é grande, porém, se retirado, a sociedade questionará a intenção do governo em manter as contas equilibradas. 

Segundo Luciano Nakabashi, a solução seria manter a PEC e continuar as reformas necessárias para que os gastos sejam controlados. “A reforma da Previdência é a mais importante reforma para o controle de receita e redução dos gastos, o governo tem que estimular, controlar os gastos e reduzir burocracia para permitir um cenário melhor para que o investimento privado puxe para cima a economia do Brasil.” 

Ouça no link acima a íntegra da coluna Reflexão Econômica.


Reflexão Econômica
A coluna Reflexão Econômica, com o professor Luciano Nakabashi, vai ao ar toda quarta-feira às 9h00, na Rádio USP (São Paulo 93,7 FM; Ribeirão Preto 107,9 FM) e também no Youtube, com produção do Jornal da USP e TV USP.

.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  •  
  •  
  •  
  •  
  •