É fundamental a manutenção da atividade física e alimentação saudável na quarentena

Bruno Gualano, pesquisador da Faculdade de Medicina da USP, dá orientações para manutenção da saúde durante o isolamento

jorusp

Foto: Via Flickr

Como lidar com cuidados básicos, como alimentação saudável e atividade física, durante a quarentena? É o que explica, ao Jornal da USP no Ar, Bruno Gualano, professor e pesquisador do Grupo de Pesquisa em Fisiologia Aplicada e Nutrição da Faculdade de Medicina da USP. Segundo ele, a má alimentação e a falta de atividade física já são, em si, uma epidemia, agravada pela covid-19. “As mudanças de rotina na epidemia do coronavírus influenciam para que as pessoas tenham menos hábitos saudáveis em isolamento”, comenta o professor. As cartilhas que vêm sendo produzidas pelo grupo são baseadas em informações da Organização Mundial da Saúde, “em ciência, que está no front do combate à epidemia”, completa. 

Toda rotina mudou com a quarentena e, segundo o professor, a organização para a alimentação deve ser feita dentro dessa nova rotina. Sobre a prática de estocar alimentos em meio à pandemia, ele aponta os motivos para não estocar: “Além de evitar o consumo de alimentos ultraprocessados, mais fáceis de estocar, há a questão do desperdício e da solidariedade com as outras famílias”. Uma boa estratégia é cozinhar e estocar os alimentos caseiros, em potes, por exemplo, para “quando bater a fome já ter uma comida pronta, evitando o consumo de industrializados”, sempre dando preferência para alimentos in natura. Além disso, ele esclarece que não há alimentos milagrosos, que vão fortalecer a imunidade. “Deve-se ter uma alimentação rica e diversificada, o que contribui, de verdade, para a saúde do corpo”, comenta Gualano. 

Sobre a prática de exercícios físicos, o professor diz que, mesmo em épocas de não confinamento, já é difícil seguir uma rotina. “A insuficiência de atividades físicas nesse período sedentário, em que muitas pessoas ficam sentadas por muito tempo, é nociva à saúde”, afirma. Como dica para exercícios dentro de casa, ele recomenda os canais especializados no assunto, de fácil acesso pela internet, que auxiliam com informações, e também as cartilhas que o grupo vem adaptando para a população. Para os que preferem fazer atividades ao ar livre, Gualano aconselha evitar aglomerações e atividades em grupo, e reservar um espaço isolado para colocar a roupa usada, sempre buscando se higienizar antes de entrar em casa. E recomenda, por fim, que todos os tratamentos e indicações médicas devem ser mantidos nesse período, e alerta para o prejuízo de dietas milagrosas e informações falsas sobre alimentação.

Ouça a entrevista na íntegra.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP, Faculdade de Medicina e Instituto de Estudos Avançados. Busca aprofundar temas da atualidade de maior repercussão, além de apresentar pesquisas, grupos de estudos e especialistas da Universidade de São Paulo.
No ar de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.