Documentário retrata relação entre Maria Bethânia e Mangueira

“Fevereiros” acompanhou a trajetória da cantora na Bahia e como tema do carnaval campeão da Mangueira, em 2016

  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  

Na coluna desta semana, o professor Guilherme Wisnik comenta sobre o documentário Fevereiros, em cartaz nos cinemas de São Paulo, que trata da relação da cantora Maria Bethânia com a Escola de Samba Estação Primeira da Mangueira.

Wisnik destaca que o filme acompanhou a cantora em sua terra natal, Santo Amaro da Purificação, na Bahia, ao mesmo tempo que acompanhou o carnaval da Mangueira em 2016, quando o tema da escola de samba homenageou a baiana, ano em que a Mangueira foi campeã do carnaval carioca.

Acompanhe o comentário completo no link acima.

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.


  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados