“Diversidade em Ciência” destaca avanço da extrema-direita

A convidada do programa, professora Maria Hermínia (FFLCH), fala também sobre crise econômica e interesses organizados

 

No Diversidade em Ciência, Ricardo Alexino Ferreira entrevista Maria Hermínia Tavares de Almeida, professora titular aposentada do Departamento de Ciência Política da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas e do Instituto de Relações Internacionais da USP. Pesquisadora sênior do Centro Brasileiro de Análise e Planejamento (Cebrap), onde coordena o Programa Internacional de Pós-Doutorado, ela é também membro da Comissão de Direitos Humanos da USP. Com pós-doutorado pela Universidade da Califórnia, em Berkeley, foi ouvidora geral na USP, em 2014, e diretora do Instituto de Relações Internacionais da USP.

Foi agraciada pela Presidência da República com a Ordem Nacional do Mérito Científico, na classe Comendadora, em 2006, e recebeu o Prêmio de Excelência Acadêmica em Ciência Política, conferido pela Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (Anpocs), em 2013, sendo autora dos livros Crise econômica e interesses organizados (Edusp) e Tomando partido, fazendo opinião: cientistas sociais, imprensa e política (Editora Sumaré).

Nesta edição do programa, ela fala sobre o avanço da extrema-direita na política e sobre crise econômica e interesses organizados. “Essas novas configurações atingem todos os níveis, inclusive a questão ambiental”, explica.

O Diversidade em Ciência é um programa de divulgação científica, voltado para as ciências das diversidades e direitos humanos e vai ao ar toda segunda-feira, às 13 horas, com reapresentações às terças-feiras, às 2 horas da manhã, e aos sábados, às 14 horas, com direção e apresentação do jornalista, professor da USP e membro da Comissão de Direitos Humanos da USP, Ricardo Alexino Ferreira, e operação de áudio de João Carlos Megale.

O Diversidade em Ciência é gravado no estúdio do Departamento de Comunicações e Artes/Educomunicação da Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP).

A Rádio USP-FM pode ser sintonizada em 93,7 MHz/SP ou pelo link: http://jornal.usp.br/radio/

Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.