Disfunção da Articulação Temporomandibular tem terapia a laser

Tratamento é oferecido como parte de pesquisa na Faculdade de Odontologia da USP

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os pacientes com  disfunção da articulação temporomandibular (ATM) podem contar com mais um método de tratamento coadjuvante, o uso de laser. Segundo a cirurgiã dentista da Superintendência de Assistência Social (SAS) da USP, Luciane Azevedo, a técnica terapêutica é do tipo não-invasiva, com efeito anti-inflamatório, analgésico e de reparação de tecido.

A especialista explica que a ocorrência da disfunção da ATM é multifatorial. Pode haver aspectos genéticos envolvidos, assim como outras razões,  como roer unhas, apertar os dentes, traumas na cabeça e no pescoço, além de causas emocionais como estresse e ansiedade.

O oferecimento dessa terapia é feito na Faculdade de Odontologia (FO) da USP como parte de uma pesquisa realizada no Laboratório Especial de Laser em Odontologia (Lelo). Para participar, o paciente deve passar por uma avaliação inicial a fim de analisar a possibilidade da aplicação da terapia. Os interessados podem se inscrever no site do laboratório ou pelo telefone : (11) 3091-7645.

O Jornal da USP, uma parceria do Instituto de Estudos Avançados, Faculdade de Medicina e Rádio USP, busca aprofundar temas nacionais e internacionais de maior repercussão e é veiculado de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.

Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

Você pode ouvir a entrevista completa no player acima.

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Textos relacionados