Discussão sobre espaço urbano precisa de apoio da população

Ermínia Maricato, da rede BrCidades, cita os CEUs, os corredores de ônibus e o orçamento participativo como exemplos de projetos bem-sucedidos

Em ano eleitoral, diversas propostas que visam a melhorar as cidades serão mencionadas pelos futuros candidatos. Aproveitando que a atenção da opinião pública estará voltada para questões econômicas, sociais, culturais e ambientais, a rede BrCidades lançará uma agenda de propostas voltada para governos e sociedade civil. O intuito é fazer isso de forma coletiva e pensando na cidade como um todo, sem dividir a questão por áreas.

A BrCidades é “um grupo formado para repensar as cidades no Brasil”, comenta a professora Ermínia Maricato, Fundadora do Laboratório de Habitação e Assentamentos Humanos (LABHAB) da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo. Ela comenta que “precisamos repensar o País, mais especificamente nossas cidades, levando em consideração  nosso momento atual político-social-econômico, além dos aspectos ambientais, tanto em uma esfera mundial quanto em perspectiva nacional.”

Com esse objetivo, a rede lançou um documento com projetos que refazem diagnósticos prévios, além de fazer novas propostas. A iniciativa teve boa repercussão no País. De acordo com a professora, “pesquisadores, professores, estudiosos e especialistas de 23 universidades brasileiras e duas portuguesas” participam da rede BrCidades. Além disso, algumas entidades e institutos de arquitetos, inclusive de direitos urbanísticos do Brasil, também apoiam a ideia e o documento lançado pelo projeto.

Ermínia, que foi secretária de Habitação e Desenvolvimento Urbano do município de São Paulo, cita que “é absolutamente viável fazer um projeto com esses objetivos”. Ela ainda exemplifica propostas que atingiram, pelo menos de forma satisfatória, o aperfeiçoamento das cidades brasileiras: o programa de Orçamento Participativo (ideia usada a partir da década de 1980), os Centros Educacionais Unificados (CEUs), a diminuição da velocidade dos veículos e os corredores de ônibus (projeto que foi copiado em quase três mil cidades ao redor do mundo). A BrCidades pretende seguir esses exemplos, mostrando que também podemos observar modelos bem-sucedidos no Brasil, não apenas no exterior.

A agenda será lançada em evento no Instituto de Estudos Avançados (IEA) da USP, no dia 9 de março, a partir das 9h30. Mesmo sendo aberto ao público, a participação exige inscrição. As pessoas que não conseguirem se inscrever poderão assistir à transmissão do evento ao vivo, no próprio site do IEA, sem necessidade de inscrição.


Jornal da USP no Ar 
Jornal da USP no Ar é uma parceria da Rádio USP com a Escola Politécnica, a Faculdade de Medicina e o Instituto de Estudos Avançados. Busca aprofundar temas da atualidade de maior repercussão, além de apresentar pesquisas, grupos de estudos e especialistas da Universidade de São Paulo.
No ar de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 9h30, com apresentação de Roxane Ré.
Você pode sintonizar a Rádio USP em São Paulo FM 93.7, em Ribeirão Preto FM 107.9, pela internet em www.jornal.usp.br ou pelo aplicativo no celular.

.

.

.


Política de uso 
A reprodução de matérias e fotografias é livre mediante a citação do Jornal da USP e do autor. No caso dos arquivos de áudio, deverão constar dos créditos a Rádio USP e, em sendo explicitados, os autores. Para uso de arquivos de vídeo, esses créditos deverão mencionar a TV USP e, caso estejam explicitados, os autores. Fotos devem ser creditadas como USP Imagens e o nome do fotógrafo.